Lagoa das Areias: Local onde foi Encontrado o Corpo de Zé de Julião Por:Manoel Belarmino

No dia 16 de março do corrente ano, estivemos, eu (este que escreve), Rangel, Maria Oliveira, o secretário de Obras Ronivaldo e o estudante de engenharia civil Geferson, no assentamento Lagoa das Areias, nas proximidades da Estrada de Curralinho, em Poço Redondo, local onde foi encontrado o corpo do sertanejo de Poço Redondo, cangaceiro, construtor e político Zé de Julião em 19 de fevereiro de 1961. A equipe da Prefeitura esteve ali já providenciando as melhorias nos locais onde acontecerão as visitas técnicas e as palestras durante o Cariri Cangaço PoçoRedondo. Zé de Julião, José Francisco do Nascimento, é uma das figuras importantes do nosso município, desde o cangaço à política do município.
Zé de Julião foi, no cangaço, o cangaceiro Cajazeira. Casado com Enedina. A mesma Enedina que morreu em Angico em 28 de julho de 1938, juntamente com Maria Bonita e Lampião e os outros cangaceiros. Zé de Julião é o mesmo Zé que virou mestre de obras no Rio de Janeiro e participou da construção de Brasília. Zé de Julião é o mesmo Zé poço-redondense que foi duas vezes candidato a prefeito nas duas primeiras eleições depois que Poço Redondo foi emancipado. É o mesmo Zé que escapou das balas assassinas do cangaço e das volantes, mas não escapou das artimanhas e das balas da política. Zé de Julião foi assassinado naquele 19 de fevereiro de 1961, e teve seu corpo desovado nas Pedras da Bastiana na Lagoa das Areias.

Sua vida e sua história já inspirou poetas e escritores, romances, filmes e documentários.As Pedras da Bastiana é um pedacinho da historia deste solo sagrado do mestre Alcino Alves Costa. É assim que será o nosso Cariri Cangaço Poço Redondo e Serra Negra 2018, de 14 a 17 de junho.

Manoel Belarmino
Pesquisador e escritor
Poço Redondo-SE

Os Benefícios do Cariri Cangaço para Poço Redondo Por:Rangel Alves da Costa

Rangel Alves da Costa e Manoel Severo

Estamos certos assim: de 14 a 17 de junho de 2018, o maior evento nordestino, sertanejo e poço-redondense de todos os tempos, pois vem aí o Cariri Cangaço Poço Redondo. E dois aspectos merecem logo explicação. Por que não desejamos apenas uma edição, dizemos Cariri Cangaço Poço Redondo 2018 para, mais tarde, surgir o 2019, 2020 e assim por diante, definindo as recordações e as saudades perante o ano de realização. E por que entre 14 a 17 de junho e não outra data? Precisamente para que a sua culminância seja na data em que Alcino Alves Costa completaria 78 anos: 17 de junho. E nesta data - como nas demais - haverá uma comemoração digna de sua eterna presença entre nós. 

O lema do evento, tendo sido escolhido “Celebrando o Chão Sagrado de Alcino”, também possui sua razão de ser. Ora, será a celebração, a homenagem maior, a comemoração de sua importância, a valorização e o reconhecimento deste sertanejo que sempre teve o sertão no seu coração, que tão bem soube levar ao mundo a saga e a luta do homem sertanejo, que cavou as raízes mais profundas para contar sua história, que cantou em versos o seu povo e o seu chão e elevou o nome de sua terra natal a um prestígio de mais alto patamar.

Celebrando o chão sagrado de Alcino Alves Costa

Considerando o sertão como chão sagrado de Alcino, então serão abertas as páginas de sua história, de sua cultura, de suas tradições, como se fosse o próprio Alcino quem estivesse levando os estudiosos, escritores, turistas, alunos, a população em geral e seus amigos do Cariri Cangaço, ao conhecimento de cada página desse grandioso livro: 
Estrada Histórica Antônio Conselheiro (marcos de Canário, da Cruz dos Soldados, de Zé de Julião, de Antônio Canela, da Igreja do Conselheiro, etc.); Curralinho e sua histórica arquitetura e o seu rio de tantas histórias; Estrada da Maranduba (marco de Zé Joaquim) e Fazenda Maranduba (Fogo da Maranduba e Cruz dos Falecidos em Batalha), Santa Rosa e a casa do fundador Ermírio Torres Machado; Serra Negra (João Maria de Carvalho, Liberato de Carvalho. Zé Rufino, Rua Velha, etc.); Avenida Alcino Alves Costa, a Nova Praça Lampião, Praça de Eventos, Memorial Alcino Alves Costa, etc. E muito mais. 

Muita mais por que também nossa cavalhada, nossa cavalgada, carreatas de carros-de-bois, nossa vaqueirama, nossos grupos folclóricos, nosso xaxado adulto e mirim, a Orquestra de Pífanos da Família Vito, a Orquestra Sanfônica de Poço Redondo, os artistas da terra, os aboios e as toadas, as cantorias e os repentes. E também o desenvolvimento de atividades pelos alunos da rede municipal de ensino.

Será a partir desse livro aberto que o Cariri Cangaço possibilitará o início de um novo tempo de reconhecimento e valorização da história, da cultura e das tradições de Poço Redondo. E assim por que o evento em si se constituirá como num abrir de portas para a continuidade de ações. As obras realizadas pela gestão municipal para o evento, por exemplo, continuarão como obras entregues à população, como equipamentos que a partir de então servirão não só para o embelezamento da cidade e do município como para colocar Poço Redondo - e definitivamente - na rota do turismo histórico. E o turismo permitirá emprego e geração de renda para grande parcela da população.

Caravana Cariri Cangaço em visita ao Memorial Alcino Alves Costa

A Estrada Histórica Antônio Conselheiro (Estrada de Curralinho) exemplifica bem esse descortinamento das potencialidades. Até o mês de junho continuará vista apenas como uma estrada que leva até a beira do rio. Mas depois não. As obras que serão feitas ao longo de todo o seu percurso - onde nada menos que cinco locais receberão marcos, placas e sinalizações - permitirão que a cada passo seja encontrada uma importante informação histórica. E tudo isso se traduz em conhecimento da população, em visitação, em turismo e geração de renda.

Outro exemplo diz respeito à Praça Lampião. Criada na administração Alcino Alves Costa e reformada na gestão Enoque Salvador de Melo, até hoje se constitui no único local da cidade que reverencia a história do cangaço no município. Contudo, uma construção tão modesta que nem de longe permite reconhecer a importância de Poço Redondo no contexto do fenômeno cangaço. Ainda assim, é local onde os viajantes param para fotografar e levar nos seus álbuns de recordações. Mas outra feição será dada à praça para o evento e para a posteridade. As obras ali previstas permitirão que, enfim, todos sintam prazer em visitar e se deixar fotografar.

E por todo lugar será assim. Onde o Cariri Cangaço passar ficará aberta a porta para o desenvolvimento turístico do município. Os frutos logo surgirão para benefício de todos. E mais ainda considerando que a administração municipal logo iniciará o resgate de todas as potencialidades, desde a Gruta de Angico a Serra da Guia, desde o Poço de Cima às ribeiras de Bonsucesso e mais ribeiras. Então, Avante Cariri Cangaço. Avante!

Rangel Alves da Costa
Pesquisador e escritor, Poço Redondo
Conselheiro Cariri Cangaço

Programação Poço Redondo 2018



PROGRAMAÇÃO CARIRI CANGAÇO 
POÇO REDONDO 2018

CELEBRANDO O CHÃO SAGRADO DE ALCINO

QUINTA-FEIRA 
Dia 14 de Junho de 2018 

6h00min - Alvorada Festiva e Queima de Fogos

19h00min – Noite Solene de Abertura 
Praça de Eventos
Poço Redondo-Sergipe

19h20min – Formação da Mesa de Autoridades
19h30min – Hino Nacional e Hino de Poço Redondo

19h40min – Apresentação do Cariri Cangaço
Por Conselheiro
RAUL MENELEU MASCARENHAS 
Aracaju-SE

19h50min - Fala das Autoridades

20h20min - Entrega de Comendas
Por Conselheiros 
CELSINHO RODRIGUES E MANOEL SERAFIM

20h50min - Cariri Cangaço, 
Mais que um Evento, um Sentimento 
MANOEL SEVERO BARBOSA

21h15min - Apresentação de Grupos Folclóricos
Feira de Cordéis, Xilogravuras e Literatura do Cangaço

22h00min - Show em Praça Pública

SEXTA-FEIRA
Dia 15 de Junho de 2018

8h30min - Saída para Curralinho

9h00min - Inauguração dos Marcos Históricos 
na Estrada Antônio Conselheiro

Cangaceiro Canário
Zé de Julião
As Cruzes dos Soldados
Tonho Canela
RANGEL ALVES DA COSTA
Poço Redondo-SE
MANOEL BELARMINO
Poço Redondo-SE

10h00min - Alto da Igreja de Nossa Senhora da Conceição
Conferencia - Antônio Conselheiro: O Mito
CARLOS ALBERTO SILVA
Natal-RN
WESCLEY RODRIGUES
Sousa-PB
OLEONE COELHO FONTES
Salvador-BA

10h40min - Caminhada pelas ruas do povoado de Curralinho

11h00min - Margens do Rio São Francisco - Orla de Curralinho
Conferência - Lampião e as Novidades na Historiografia do 
Cangaço em Sergipe
ARCHIMEDES MARQUES
Aracaju-SE

12h00min - ALMOÇO

14h00min - Saída para Fazenda Maranduba

Visitações aos Marcos Históricos
Brió e Zé Joaquim
RANGEL ALVES DA COSTA
Poço Redondo-SE
MANOEL BELARMINO
Poço Redondo-SE

15h00min - Recepção na Fazenda Maranduba
GRUPO TEATRAL RAÍZES NORDESTINAS

15h30min - Inauguração dos Marcos Históricos
Serrote da Maranduba 
Cruz dos Nazarenos

16h30min - Capela da Maranduba
Conferência - O Fogo da Maranduba: Vitoria de Lampião ou Derrota 
das Forças Volantes?
IVANILDO SILVEIRA
Natal-RN

19h00min - Lançamentos de Livros
Praça de Eventos
Poço Redondo-SE

A Revolução Praieira no Sertão
LEONARDO FERRAZ GOMINHO

As Quatro Vidas de Volta Seca
ROBÉRIO SANTOS

Lampião, o Cangaço e outros fatos no Agreste Pernambucano
JUNIOR ALMEIDA

21h00min - Shows na Praça de Eventos

SÁBADO
Dia 16 de Junho de 2018

8h30min - Saída para Serra Negra
Pedro Alexandre - Bahia

9h30min - Solenidade de Abertura
Câmara de Vereadores de Pedro Alexandre

9h50min - Fala das Autoridades

10h00min - Entrega de Comendas por Conselheiros
NARCISO DIAS e LUIZ RUBEN BONFIM

10h15min - Conferência
A Importância de Serra Negra para a História do Cangaço
ORLANDO DE CARVALHO
Serra Negra - BA

10h50min - Visitação aos pontos Históricos de Pedro Alexandre

Quartel das Volantes
Praça João Maria de Carvalho
Rua Velha 
Praça General Liberato de Carvalho

12h30min - ALMOÇO

14h00min - Retorno para Poço Redondo

15h00min - Cortejo Festivo
Avenida Alcino Alves Costa
Poço Redondo-SE

15h30min - Inauguração do Marco em Homenagem a
ALCINO ALVES COSTA

16h30min - Inauguração da Reforma da Praça Lampião

17h00min - Feira de Livros e Artesanato
Praça da Matriz

19h00min - Praça de Eventos
Poço Redondo - SE

19h20min - Entrega de Certificados
FAMILIARES DE REMANESCENTES DO CANGAÇO
Por Conselheiros
KYDELMIR DANTAS e ELANE MARQUES
 ANTONIO VILELA e EDVALDO FEITOSA

Homenageados:

Família dos ex-cangaceiros Sila, Novo Tempo , Mergulhão e Marinheiro 
  Família dos ex-cangaceiros Adília e Delicado 
  Família do ex-cangaceiro Cajazeira (Zé de Julião)
  Família da ex-cangaceira Enedina 
  Família das ex-cangaceiras Rosinha e Adelaide 
 Família da ex-cangaceira Áurea 
 Família do ex-cangaceiro Zabelê
  Família do ex-cangaceiro Canário
  Família do  coiteiro Manoel Félix 
  Família do coiteiro Adauto Félix 
  Família do coiteiro Messias Caduda  

19h30min - Conferência
O Legado de Alcino Alves Costa: Vida e Obra
RANGEL ALVES DA COSTA
Poço Redondo-SE

Depoimentos
JULIANA PEREIRA
Quixadá-CE

21h00min - Apresentações Artísticas

22h00min - Shows em Praça Pública

DOMINGO
Dia 17 de Junho de 2018

Aniversário de Nascimento de Alcino Alves Costa
O Caipira de Poço Redondo

6h00min - Alvorada Festiva e Queima de Fogos

7h00min - Missa de Aniversário
78 Anos de Nascimento de Alcino Alves Costa
MEMORIAL ALCINO ALVES COSTA
Poço Redondo - SE

8h30min - Café Sertanejo de Encerramento
Grupos Folclóricos
Forró Pé de Serra

Cariri Cangaço Poço Redondo 2018
Realização
INSTITUTO CARIRI DO BRASIL
Co-realização
PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇO REDONDO
MEMORIAL ALCINO ALVES COSTA

Apoio
SBEC- SOCIEDADE BRASILEIRA DE ESTUDOS DO CANGAÇO
GRUPO DE ESTUDOS DO CANGAÇO DO CEARÁ
ICC - INSTITUTO CULTURAL DO CARIRI
GPEC-GRUPO PARAIBANO DE ESTUDOS DO CANGAÇO
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO PAJEÚ

Mídia e Redes Sociais
GRUPO LAMPIÃO CANGAÇO E NORDESTE
GRUPO OFICIO DAS ESPINGARDAS
COMUNIDADE O CANGAÇO
GRUPO HISTORIOGRAFIA DO CANGAÇO
GRUPO DE ESTUDOS CANGACEIROS
O CANGAÇO NA LITERATURA
GRUPO SERTÃO NORDESTINO

Memorial Luiz Gonzaga e o Cariri Cangaço Fortaleza 2018


A manhã do último dia de Cariri Cangaço Fortaleza 2018; domingo 29 de abril; teve o grande Rei do Baião Luiz Gonzaga como nosso anfitrião. Sob o comando do gonzaguiano Marcelo Leal e seu Memorial Luiz Gonzaga no bairro do Parreão em Fortaleza os convidados do evento puderam celebrar o maior ícone de nossa cultura nordestina.



Um espetacular café da manhã sertanejo preparado pela anfitriã; dona Nair de Lima; reuniu apaixonados pelas tradições nordestinas de todo o Brasil, o domingo de Cariri Cangaço reuniu em torno de Gonzaga e de uma mesa tipicamente nordestina; tapioca, bolo de milho, mungunzá, pé de moleque, aluá, canjica, pamonha, cajuína e muito mais; pesquisadores, escritores, artistas, cordelistas, poetas, que celebraram a integração da alma nordestina.



“Até os meus 15 anos, passei todas as férias escolares na fazenda do meu avô em Quixeramobim. Foi lá que eu dancei quadrilha, vi a asa branca ir embora em anos de seca e a vi voltar quando a chuva chegava. Meu tio sanfoneiro me colocava na garupa de uma burra e me levava para o forró. E sempre, guardando as proporções, pude vivenciar aquilo que Luiz Gonzaga viveu em Exu, no sertão de Pernambuco, e colocou em suas canções”, revela o proprietário do Memorial um apaixonado gonzaguiano, Marcelo Leal.

Por ocasião da abertura da visita, Manoel Severo, curador do Cariri Cangaço, recebeu das mãos do curador do Memorial Luiz Gonzaga, pesquisador Marcelo Leal, a Estatueta e o Diploma; Comemorativos ao Centenário de Luiz Gonzaga; que ressaltou o "trabalho realizado pelo Cariri Cangaço em todo o nordeste na divulgação e consolidação da historia, cultura e tradições nordestinas."


 
 
 

Marcelo Leal mantém o memorial desde 2010 e sua inauguração oficial de seu deu apenas em 2012, no dia 22 de outubro, dia do aniversario do organizador. "Escolhi o ano de 2012 para celebrar o centenário do rei do baião". A visita ao Memorial aconteceu em grupos de 10 em 10 pessoas que puderam sob a orientação do anfitrião Marcelo Leal conhecer o conjunto precioso de artefatos, relíquias, artesanato, discos, imagens, quadros, enfim, um acervo considerável distribuído em oito salas temáticas

 
 

Ao final uma grande apresentação do mais autêntico baião de raiz, do grande Luiz Gonzaga fez a festa com as apresentações de Cecília do Acordeon, Francine Maria, Deisielly do Acordeon, Pedro Popoff, e ainda Nonato Araujo e o grande músico José Alderi, o Estrela do Norte.


 
 
 


Cariri Cangaço Fortaleza
Memorial Luiz Gonzaga - Marcelo Leal
29 de Abril de 2018


Em reverência ao Rei do Baião
 


 

 

 

 

 
 
 
 
 
 

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 
 
 
Cariri Cangaço Fortaleza
Memorial Luiz Gonzaga - Marcelo Leal
29 de Abril de 2018